Queijo azul

O Azul do Bosque ganhou uma medalha de ouro e logo após o troféu Super Ouro no III Premio Queijo Brasil, 2017. Foi escolhido como o melhor queijo de cabra do Brasil. É feito com leite de cabra da fazenda e se inspira nos processos do Stilton inglês, o mais famoso queijo azul inglês, feito com leite de vaca. No Brasil, é único e exclusivo do Capril do Bosque. Os queijos azuis são assim chamados porque têm veios do fungo penicilium roqueforti. Podem ser feitos com leite de vaca, ovelha ou cabra. Podem ser mais cremosos, mais quebradiços, suaves ou picantes. Quase todo país europeu tem seu queijo azul. Na França, o mais famoso é o Roquefort; na Itália, o Gorgonzola; na Dinamarca, o Danish Blue.

CARACTERÍSTICAS DESTE QUEIJO:

Cremoso, com forte presença e boa permanência. Intenso. Apresentado em peças de 200g.

DICAS DE CONSUMO:

Consuma da entrada à sobremesa. Crie molhos, recheios, harmonizações. O Azul do Bosque é um queijo marcante e harmoniza bem com vinhos fortificados (Portos e Madeiras) ou de colheita tardia (Sauternes, Malvasias, etc) e também com cervejas especiais.